loading...

sábado, 29 de agosto de 2015

Peixinho




A Peixinho é béquica e emoliente e de uso semelhante à Sálvia officinalis.

Como utilizar:
9 a 15g/dia, em decocção.







Stachys lanata L. pertencente a família botânica Lamiaceae também é conhecida como Peixinho, Lambari, Lambarizinho, Língua-de-vaca, Orelha-de-lebre, Orelha-de-cordeiro, Peixe-de-pobre, Peixe-Frito, Peixinho-frito, Sálvia ou Sálvia-peluda.
Trata-se de uma espécie alóctone, originária da Turquia, Sudoeste da Ásia e Cáucaso.
Planta herbácea, entoucerada,  perene, tomentosa, que cresce de 20 a 40cm em altura. As folhas são elípticas, alongadas, espessas, verde-prateadas ou cinza-esverdeada, ostensivamente pilosas.
A planta desenvolve-se melhor em regiões temperadas e subtropicais. É resistente às baixas temperaturas de inverno.
Prefere solos bem drenados, aerados, ricos em matéria orgânica e úmidos.

Cultivo:
Espaçamento : 0,5 x 0,3m.
Propagação: brotações de rizoma, que são enraizados em substrato organo-mineral, abrigados do radiação solar direta.
Plantio: outono e primavera.
Adubação: 0,5 a 1,0kg de composto orgânico ou húmus de minhoca por planta.
Doenças: altamente suceptível a nematóides.
Raleio: no auge do crescimento, a planta tende a perfilhar em demasia, podendo causar um declínio no tamanho de folhas e facilitar à ocorrência de doenças. Para evitar o declínio progressivo da touceira, ralear os perfilhos, aproveitando-os para a produção de novas mudas.
Colheita: inicia 4 a 5 meses após o plantio.

Outras propriedades da Peixinho:
As folhas são utilizadas na alimentação, à milanesa.
Quando fritas, lembram cheiro de peixe frito.
As folhas desidratadas atuam como excelente isolante térmico.




Tags:

1 Responses to “Peixinho”

Postar um comentário

Assine Nosso Feed de Notícias

Assine nosso Feed de Notícias e fique sempre atualizado

© 2015 Remédios da Vovó.com.br. All rights reserved.
Designed by SpicyTricks